Solar dos Peixotos está requalificado e acolhe nova sede da Junta de Freguesia de Viseu

Investimento foi de cerca de 517 mil euros e permitiu, entre outras intervenções, repintura integral do edifício e melhorias ao nível da acessibilidade

Na rua Cimo de Vila, o Solar dos Peixotos apresenta-se de “cara” renovada e acolhe novos serviços, depois de um projeto de requalificação estruturante, recentemente concluído. A inauguração oficial decorreu hoje, dia 1 de julho.

A partir de hoje, a par da Assembleia Municipal de Viseu, o edifício acolhe ainda a sede da Junta de Freguesia de Viseu, que aqui centralizará os serviços antes dispersos pelos espaços da Rua Miguel Bombarda e da Travessa de São Lázaro. O funcionamento de gabinetes e outros serviços municipais no espaço também se mantém.

“Concretizamos hoje mais um investimento estruturante no nosso Centro Histórico. Do ponto de vista patrimonial, estamos a apostar na preservação e salvaguarda de um edifício emblemático de Viseu. Por outro lado, com a conclusão desta obra, conferimos mais e melhores condições para os colaboradores da Assembleia Municipal e para o exercício da sua atividade diária enquanto órgão municipal e instalamos novos serviços de apoio e proximidade aos viseenses, com a relocalização da Junta de Freguesia de Viseu”, destacou o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, António Almeida Henriques.

Com um investimento total de cerca de 517 mil euros, a obra permitiu recuperar traços identitários do edifício, mantendo a sua essência e distinção, enquanto exemplar singular do nosso património.

Desde logo, o pavimento da sala principal da Assembleia Municipal foi substituído na íntegra. Os restantes pavimentos, em madeira de pinho, foram também polidos e envernizados, assim como os vãos das portas; os tetos e as paredes foram também recuperados. Todas as caixilharias exteriores foram recuperadas e as da varanda fechada substituídas na sua totalidade. O edifício foi novamente pintado, na íntegra, e os granitos e gradeamentos existentes limpos e tratados.

Ao nível das acessibilidades, há também melhorias a registar. Foram feitas instalações sanitárias para pessoas com mobilidade reduzida, em ambos os pisos, e implementado um elevador de acesso ao piso superior, onde se encontra instalada a Junta de Freguesia. A pensar na redução dos consumos energéticos, a instalação elétrica foi totalmente substituída, tendo-se privilegiado a instalação de luminárias com tecnologia LED. Também as infraestruturas de telecomunicações foram integralmente renovadas.

Para além destas, há ainda que considerar a recuperação geral do espaço do 1º andar, para acolhimento da Junta, incluindo intervenções ao nível do pavimento, paredes, tetos e todas as infraestruturas necessárias; e a execução de um sistema de aquecimento automatizado para ambas a Assembleia e Junta.

Neste investimento inclui-se também um novo sistema de comunicação visual e multimédia para a Assembleia Municipal de Viseu, com equipamentos qualificados para a realização da sua atividade, nomeadamente as suas reuniões.

Classificado como Imóvel de Interesse Municipal desde 1982, o Solar dos Peixotos é um importante exemplar da arquitetura senhorial de Viseu. A sua imponência reflete o espírito barroco da primeira metade do século XVIII, apesar de uma certa simplicidade decorativa na fachada. Foi construído pelo mestre pedreiro Pascoal Rodrigues, a partir do desenho do arquiteto Gaspar Ferreira. Na fachada, uma cornija de granito assinala a divisão entre os dois pisos patentes no edifício. No segundo piso verifica-se um maior investimento artístico na cantaria das janelas e no gradeamento das varandas. O portal de entrada, de entablamento reto, é ladeado por dois óculos e rematado por um frontão aberto, com enrolamentos, enquadrando um nicho. No seu interior, destaca-se uma escadaria de grande volumetria, apresentando nas extremidades molduras e enrolamentos. A partir da década de 70 do século XX, o Solar dos Peixotos foi adquirido pelo Município de Viseu para sede da Assembleia Municipal de Viseu.


Em Silvares, avança obra de requalificação da Rua da Cofadeira

Investimento de 150 mil euros garantirá a pavimentação desta via, atualmente em terra

Foi hoje consignada a obra de requalificação da Rua da Cofadeira, em Silvares, na Freguesia de Silgueiros.

“Iniciamos hoje mais um investimento relevante nas nossas Freguesias. Pode parecer uma obra de pequena dimensão, mas permitirá ganhos reais para todos os que habitam a Rua da Cofadeira e que dela usufruem no seu quotidiano”, sublinhou o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, António Almeida Henriques. “Melhorar as acessibilidades em cada rua, cada localidade, cada Freguesia é uma prioridade na nossa política de coesão territorial. Trata-se de garantir qualidade de vida e conforto para todos os nossos munícipes”, afirmou.

O investimento é de cerca de 150 mil euros e tem um prazo de execução de 84 dias. Atualmente em terra batida, a Rua da Cofadeira irá ser pavimentada, numa extensão de 1,2 quilómetros, e devidamente sinalizada. A obra contempla também a execução de dois troços de coletor de águas pluviais/de rega, que permitirão completar o atual esquema de rega ou de drenagem, encaminhado as águas para a linha já existente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *