Visita pascal não saiu à rua e gerou revolta em Nelas

Concelho de Nelas, pertencente ao distrito de Viseu vê a tradição da visita pascal desaparecer. A visita prevista para domingo não aconteceu.

A população da vila de Nelas contava com a visita pascal por parte do padre da igreja de Nelas, mas tal acabou por não existir. O facto de verem negada uma tradição que remonta ao tempo dos seus antepassados, gerou revolta nos populares que criticaram duramente tal acontecimento.

Tal como muitos outros habitantes da vila de Nelas, António Santos mostrou-se revoltado e afirmou: “é inadmissível tal acontecimento, uma tradição com tantos anos não pode acabar assim.”

Madalena Santos, também ela moradora, reprovou veemente tal atitude e disse ser “injusto a visita manter-se noutras aldeias do concelho, e não haver em Nelas onde há mais pessoas e maior parte delas habituadas a cumprir a tradição há bastantes anos”.

Alguns residentes destas aldeias mostram-se também indignados com a situação, ainda que a tradição na sua terra se tenha mantido, apontando duras críticas às pessoas encarregues por tal acontecimento religioso.

De forma contrastante houve tradições que se mantiveram, tais como o convívio em família e também o tradicional pão-de-ló com queijo, que marcam assim este fim-de-semana de Páscoa.

A vila de Nelas ainda assim registou um maior movimento neste fim-de-semana, com várias pessoas a regressarem à sua terra de origem para se encontrarem com os seus familiares, nesta data que é marcada pelo convívio.

A freguesia de Santar pertencente ao concelho de Nelas, como habitualmente acontece, acolheu as celebrações da Semana Santa organizadas pela Santa Casa da Misericórdia de Santar, evento que reuniu elementos religiosos, bem como antigas tradições populares.

 

Texto e imagem: Rafael Santos

 

 

 

 

 

 

Carlos Rafael Santos

12443

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *