Nico Carpentier: “Estou em Portugal, sou português”

Nico Carpentier aproveitou a sua participação no congresso da SOPCOM para conhecer melhor a zona histórica de Viseu, nomeadamente o Rossio e a Sé. O investigador vai estar hoje, pelas 17 horas, na Aula Magna do Instituto Politécnico de Viseu para partilhar o seu mais recente trabalho.

Nesta pequena visita ao centro da cidade, Nico Carpentier tinha como objetivo fotografar diversas paredes com diferentes tipos de artes urbanas, sendo que parte desta recolha será apresentada hoje na sua conferência. Encantado com a beleza da Sé de Viseu, Nico Carpentier visitou o Museu de Arte Sacra e fotografou diversas paredes daquele espaço para o seu projeto.

Questionado sobre a sua nacionalidade, o professor da Universidade de Upsala, na Suécia, explicou que nasceu na Bélgica, mas que não considera essa questão pertinente, uma vez que se considera um pouco de todo o mundo. “Agora estou em Portugal, por isso sou português”, afirmou Nico Carpentier.

Neste momento o investigador está a aprender novas línguas e revelou ao #dacomunicação que passa parte do seu tempo a viajar, mas que a sua profissão é o ensino e a investigação, apesar de só lecionar nos meses de abril e maio.

 

Professor de Media e Estudos de Comunicação, Nico Carpentier é um dos “keynote speakers” do X congresso da Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação (SOPCOM), que termina hoje no Instituto Politécnico de Viseu. O investigador vai fazer uma comunicação, na Aula Magna, pelas 17h00, com o tema “Expanding communication and media studies’ interdisciplinary reach – Thinking about entanglements and knots”.

 

Texto: Ana Filipa Pimenta

Imagens: Adriana Gonçalves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *